Carregando... Por favor, aguarde...

Informativo Herbalife


TIPOS E CAUSAS DE OBESIDADE

Postado em 05/07/13 : 07:07:26

TIPOS E CAUSAS DE OBESIDADE A obesidade pode ser dividida em hiperplástica e hipertrófica, dependendo de estar havendo um aumento no número decélulas de gordura ou simplesmente um aumento no tamanho das células. Acredita-se que, geralmente depois daadolescência, o número de células no corpo permanece constante, de forma que a obesidade decorrente é hipertrófica. A obesidade pode ser posteriormente classificada como primária ou secundária em relação a alguma causa patológica e podeser de princípio juvenil ou adulto. Os especialistas diferem de opinião sobre a influência genética no desenvolvimento daobesidade. A existência de famílias de roedores geneticamente obesos e a regularidade com que a obesidade ocorre emalgumas culturas e famílias sugerem que os fatores genéticos desempenham algum papel na obesidade humana. Até agoratambém está claro que, tendo a obesidade aumentado na população durante o século XX, muitas vezes em taxas alarmantes, a contribuição da genética para o problema permanece constante. As estatísticas sobre a incidência da obesidade nas sociedades ocidentais, em geral são semelhantes às dos Estados Unidos.Em 1988, estudos indicaram que em torno de 34 milhões de adultos, ou 25% do total da população adulta foi consideradaclinicamente obesa (mais de 20% acima do peso ideal) e 13 milhões ou 9,5% estariam morbidamente obesos (mais de 50%acima do peso ideal). Lamentavelmente noticia-se que este percentual estaria aumentando rapidamente. Quando menores graus de obesidade são incluídos, mais de 40% da população adulta fica incluída, e estimativas sobre o número de pessoasque utilizam algum tipo de programa de controle de peso ficam na faixa acima dos 60%.Apesar de múltiplos fatores como a genética, estilo de vida, cultura, etc., influenciarem todos o peso do corpo, a equação física que determina o peso corporal é a Equação de Balanço Energético. Ela enuncia que a estabilização de peso ocorre quando a soma da entrada de energia em forma de calorias por todas as fontes alimentares é igual ao total de energia gasta pelasatividades metabólicas e musculares. Quando o corpo está com balanço energético positivo, isto é, quando a entrada deenergia em forma de calorias excede o consumo, a energia adicional é armazenada em forma de gordura. O corpo é relativamente eficiente nisso e estoca o excesso de gordura saturada e as calorias dos carboidratos em forma degordura. Proteínas e complexos de carboidratos com baixo índice glicêmico são estocados em menor quantidade. Parece quedesta forma a moderna alimentação ocidental, rica em gordura saturada e carboidratos refinados, é ideal para adicionarexcesso de peso ao corpo em forma de gordura. Na verdade é isso o que acontece. Um agravante para a alimentaçãohipercalórica ocidental é a tendência para diminuir o gasto de calorias como conseqüência do estilo de vida muito maissedentário. A troca da vida no campo pela das grandes cidades e o aumento da mobilidade mecânica da sociedade tambémcontribuem para gerar um balanço positivo de energia, tendo como resultado final o aumento da quantidade de gordura nocorpo.